Varizes: causas, graus, sintomas e tratamento | MD.Saúde (2023)

Tempo estimado de leitura: 8 minutos.

1.O que são as varizes?

2.Fatores de risco

3.Sintomas

3.1.Telangiectasias ou aranhas vasculares

3.2.Varizes

3.3.Edema

3.4.Alterações da pele

3.5.Úlceras

4.Prevenção

5.Tratamento

5.1. Escleroterapia para varizes

5.2.Cirurgia a Laser para varizes

(Video) Você e o Doutor: saiba como prevenir e tratar as varizes

5.3.Ablação por cateteres das varizes

5.4.Cirurgia para varizes

7.Referências

O que são as varizes?

Varizes são veias tortuosas e dilatadas que surgem pelo adoecimento dos vasos. Ao contrário do que se possa pensar, as varizes das pernas não são apenas um problema estético. A presença da variz indica uma veia doente, sendo muitas vezes o primeiro sinal de uma insuficiência venosa crônica.

Para que possamos entender o que causa as varizes e quais suas potenciais complicações, é preciso entender como funcionam as veias.

Nosso sangue é transportado por dois tipos de vasos: artérias e veias. A artéria é o vaso que leva o sangue rico em oxigênio para longe do coração, em direção ao resto do corpo, nutrindo órgãos e tecidos. A veia é o vaso que trás de volta o sangue para o coração e pulmões para que ele possa receber oxigênio novamente.

O sangue chega às pernas pelas artérias e sobe de volta ao coração pelas veias. Como vocês já devem ter pensado, as veias das pernas trabalham contra a gravidade. Podemos dizer que as varizes são um efeito colateral do nosso processo evolutivo que nos permitiu andar em pé sob as duas pernas. Quando nos tornamos bípedes, nosso coração passou a ficar longe dos nossos membros inferiores, o que dificultou em muito o retorno do sangue para o mesmo. Mas como é então que este sangue sobe?

Apenas o trabalho de bombeamento do sangue pelo coração não é suficiente para se vencer a gravidade. Na verdade, as veias possuem um mecanismo que facilita o seu trabalho: as válvulas.

Varizes: causas, graus, sintomas e tratamento | MD.Saúde (1)

As válvulas são mecanismos de segurança que funcionam como comportas, impedindo que o sangue reflua. Deste modo, o sangue segue sempre em uma única direção. Agora, imagine se estas válvulas ficarem incompetentes. O sangue que deveria apenas subir, começa a retornar para baixo e a acumular-se com o sangue novo que está subindo. Não é difícil perceber o porquê das veias dilatarem. Este é o mecanismo básico das varizes, veias doentes que tornam-se dilatadas e tortuosas por incapacidade de escoar o sangue em direção ao coração.

Como as veias periféricas das pernas encontra-se muito próximas da pele, qualquer tortuosidade ou dilatação torna-se facilmente perceptível.

Além das válvulas, nossos membros inferiores têm mais dois truques na manga:

1) Bomba plantar: cada vez que pisamos, o impacto da planta do pé com o chão provoca um bombeamento mecânico do sangue acumulado nos pés.

2) Bomba da panturrilha: além da bomba plantar, quando pisamos, usamos a musculatura da panturrilha, conhecida popularmente como batata da perna. Do mesmo modo, a contração destes músculos impulsiona o sangue venoso para cima.

Resumindo, são três os mecanismos que facilitam o retorno do sangue para o coração: presença de válvulas nas veias, bomba plantar e bomba da panturrilha, estas duas últimas acionadas quando andamos.

Fatores de risco

Cerca de 25% das mulheres e 15% dos homens apresentam varizes nas pernas. Como já explicado, as varizes surgem quando ocorre um represamento do sangue nas veias, em geral, por incompetência das válvulas venosas.

Os principais fatores de risco são:

  • Sexo feminino: a presença de alguns hormônios, como a progesterona, causam dilatação das veias e favorecem a incompetência valvular.
  • Idade: as varizes surgem a partir dos 30 anos e vão ficando mais comuns com o envelhecimento. Veias mais velhas e submetidas há dezenas de anos de trabalho contra a gravidade são mais propensas a ficarem doentes.
  • História familiar: a presença de varizes costuma ser uma tendência familiar. Existe um componente genético facilitando o aparecimento das mesmas em algumas pessoas.
  • Obesidade: quanto mais pesados somos, maior a pressão sobre as veias (leia: OBESIDADE E SÍNDROME METABÓLICA).
  • Tabagismo: O cigarro agride a parede dos vasos, tornado-os doentes (leia: COMO PARAR DE FUMAR).
  • Gravidez: o aumento dos hormônios, associado a um maior volume de sangue circulante e a compressão das veias intra-abdominais por um útero cada vez maior, favorecem o surgimento das varizes.
  • Sedentarismo: Como já explicado, o ato de andar facilita o retorno venoso, diminuindo o represamento do sangue dentro das veias.
  • Traumas nas pernas: qualquer trauma que cause lesão nas veias pode torná-las mais fracas e susceptíveis a dilatações.
  • Ficar em pé parado por longos períodos: uma pessoa em pé, sem andar durante várias horas, está dificultando o retorno venoso e facilitando o aparecimento de varizes.
  • Ficar várias horas sentado com as pernas dobradas: Sente-se e cruze as pernas como todos nós fazemos normalmente. Imagine seus vasos como uma mangueira. Se você fica com as pernas dobradas durante várias horas seguidas, o sangue continua precisando vencer a gravidade para subir, só que além disso, os vasos não estão retificados como na posição em pé, mas sim com um trajeto todo tortuoso.
  • Pílulas anticoncepcionais: mais um vez, a variação hormonal é um fator responsável pelas varizes (leia: EFEITOS COLATERAIS DOS ANTICONCEPCIONAIS).

Sintomas

As varizes são normalmente veias tortuosas e dilatadas que não causam maiores sintomas a não ser o incômodo estético. Elas surgem sempre nas veias mais superficiais, por isso são tão aparentes.

Quando grandes, as varizes podem sagrar após sofrerem traumas ou formar pequenos trombos, um quadro denominado de tromboflebite.

As varizes, quando múltiplas, podem ser uma das manifestações da chamada insuficiência venosa crônica. Quando várias veias tornam-se insuficientes e varicosas, o sangue começa a ficar retido nos membros inferiores, causando desconforto, sensação de peso, dor local, edemas, escurecimento da pele e, em casos avançados, aparecimentos de úlceras e infecções de pele.

Na verdade, deve-se encarar as varizes como um estágio intermediário da insuficiência venosa, que pode ser dividida nas seguintes fases:

Telangiectasias ou aranhas vasculares

As telangiectasias são pequenas veias arroxeadas, bem fininhas que surgem na fase inicial da insuficiência venosa e são um sinal de doença das pequeníssimas veias superficiais que ficam logo abaixo da pele. São uma espécie de microvarizes.

Varizes: causas, graus, sintomas e tratamento | MD.Saúde (2)

Nesta fase não costumam haver outros sinais e sintomas, exceto o aparecimento das próprias telangiectasias.

Varizes

O surgimento das varizes indica que a dificuldade em retornar o sangue já atingiu veias maiores. O paciente pode ter uma única variz ou, em fases mais avançadas da doença, apresentar várias varizes.

(Video) COMO ACABAR COM AS VARIZES? Eu sou médico vascular você sabia? | Dr Dayan Siebra

Edema

Quanto mais varizes existirem, mais óbvia é a insuficiência venosa. O sangue que não consegue retornar para o resto do corpo fica represado nas pernas, o que causa o aparecimento dos edemas (inchaços).

Nas fases iniciais, o edema costuma aparecer nos tornozelos e somente ao final do dia, quando o paciente já passou várias horas em pé. Conforme a doença avança, o inchaço pode ser tornar persistente, podendo acometer toda a perna.

Varizes: causas, graus, sintomas e tratamento | MD.Saúde (3)

Quando já há edema, podem haver outros sintomas como peso nas pernas, câimbras noturnas, sensação de queimação, comichão e dor no trajeto das varizes.

Alterações da pele

Além do edema, a retenção de sangue dos membros inferiores pode causar alteração de coloração da pele, deixando-a mais escura e arroxeada.

As pequenas veias e capilares danificados das pernas permitem o extravasamento das hemácias (glóbulos vermelhos) que, ao sofrerem destruição, liberam seus pigmentos vermelhos que acabam por se depositar na pele.

Varizes: causas, graus, sintomas e tratamento | MD.Saúde (4)

Nesta fase, a pele pode sofrer alterações na sua textura, ficando ressecada e inflamada, o que recebe o nome de dermatite de estase.

A dermatite de estase se caracteriza por um espessamento da pele associada à escamação, erosão e perda de líquidos pelos poros. A pele se torna vulnerável, facilitando a invasão da mesma por bactérias e o desenvolvimento de infecções, como erisipela e celulite.

Explicamos a dermatite de estase com detalhes no artigo: Dermatite de estase – causas, sinais e tratamento.

Úlceras

O último estágio da insuficiência venosa é aparecimento de úlceras na pele. Podem ser únicas ou múltiplas e se localizam preferencialmente próximo ao tornozelo, local de maior estase.

As úlceras normalmente aparecem após pequenos traumas e se formam devido à fragilidade da pele e dos vasos.

Se não tratada, as úlceras continuam crescendo de modo circunferencial, podendo se tornar lesões gigantes e frequentes pontos susceptíveis às infecções.

Prevenção

Como já se pôde entender, o aparecimento das varizes e telangiectasias é um estágio inicial que pode evoluir para insuficiência venosa crônica. É importante que os pacientes com estas alterações percebam que suas veias dos membros inferiores começam a dar sinais de falência.

Nas fases iniciais, algumas alterações nos hábitos de vida são importantes. Deve-se parar de fumar e evitar longos períodos sentado ou em pé parado, deve-se praticar exercícios com frequência, principalmente caminhadas para estimular as bombas plantar e da panturrilha. Se você tiver sobrepeso, emagreça.

Exercícios como musculação, se realizados de modo correto, não causam varizes. Depilar as pernas também não tem nenhuma influência. Subir escadas não faz mal, pelo contrário, o impacto dos pés nos degraus favorece o retorno venoso.

Em pacientes com predisposição genética muito forte, o ideal é procurar outros métodos contraceptivos que não as pílulas anticoncepcionais..

Tratamento

Uma vez que já existam varizes, as dicas descritas acima são essenciais, mas, isoladamente, podem não ser suficientes.

Se já existem sinais de varizes ou telangiectasias, o uso de meias compressivas ajuda bastante. As meias devem ser usadas durante todo o dia, principalmente nas horas em que se fica muito tempo em pé. As meias devem ser justas, mas não muito apertadas. O ideal é procurar orientação de um angiologista ou cirurgião vascular na hora de escolher as meias mais adequadas.

Deitar-se com as pernas levantadas acima do nível do coração por 30 minutos, três ou quatro vezes por dia, também é importante.

Alguns medicamentos, quando usados juntos com as medidas acima, ajudam no controle das varizes. Os mais usados são a pentoxifilina (Trental®) e o Daflon®.

Diuréticos devem ser evitados. Quando usados, devem ser feitos por pouco tempo, pois os mesmos podem piorar os edemas (leia: DIURÉTICOS | Furosemida, Hidroclorotiazida, Indapamida).

Muitas vezes, porém, é necessário o tratamento cirúrgico das varizes. As principais modalidades são:

Escleroterapia para varizes

É um procedimento usado para varizes de pequeno tamanho, onde o médico injeta substâncias que causam esclerose (destruição e cicatrização) da veia selecionada. Como esta veia deixa de receber sangue, ela torna-se inútil, e com o tempo o corpo a elimina. É uma técnica que necessita de repetições, mas dispensa anestesia e pode ser realizada no próprio consultório. Todavia, para ser efetiva é preciso ser feita por médicos treinados.

Cirurgia a Laser para varizes

Usada também em pequenas varizes e telangiectasias, consiste na destruição destes pequenos vasos através da aplicação de Laser. É um procedimento que não necessita de agulhas ou incisões. Não é tão bom quanto a escleroterapia e não são todos os tipos de pele que podem receber os pulsos de Laser. Funciona melhor nas telangiectasias.

Ablação por cateteres das varizes

Indicado em varizes de maior calibre. Um pequeno tubo (cateter) é inserido dentro da variz, que pode ser destruída por calor (Laser endovenoso) ou por radiofrequência.

Cirurgia para varizes

Consiste na retirada cirúrgica da veia varicosa. Atualmente este tipo de cirurgia é feita com mínimas incisões e a hospitalização não costuma passar de um dia. Quando as varizes são muito pequenas, este procedimento pode ser feito até ambulatorialmente.

Independente da técnica, a destruição ou retirada da veia varicosa não traz nenhum problema para as pernas, uma vez que a veia tratada já não funcionava direito mesmo. O fluxo de sangue é automaticamente desviado para outras veias colaterais e profundas. Uma veia varicosa não faz falta.

Varizes tratadas não voltam. O que pode ocorrer é o surgimento de novas varizes. É importante entender que os tratamentos descritos acima apenas eliminam as varizes existentes, mas não interferem no processo que as causam.

(Video) Varizes: Causas, sintomas e tratamentos

Dúvidas comuns

O que são as varizes?

Varizes são veias doentes, que por defeito no seu sistema de válvulas, não conseguem mais escoar o sangue devidamente.

Qual é a aparência de uma uma veia varicosa?

As varizes são, habitualmente, veias mais visíveis, arroxeadas e com alguns “calombos” em seu trajeto, que são as válvulas defeituosas.

Toda veia mais aparente nas pernas é uma variz?

De forma alguma. Em pessoas magras e/ou musculosas, é perfeitamente possível ver as veias saudáveis ao longo da perna.

O que causa as varizes?

Vários fatores de risco já foram identificados, os mais importantes são: idade acima de 30 anos, sexo feminino, história familiar, prolongados períodos em pé ou sentado, obesidade e tabagismo.

Varizes doem?

Dor nas pernas é uma queixa frequente das pessoas com varizes. Sensação de peso e/ou queimação nas pernas também são comuns.

O que é insuficiência venosa dos membros inferiores?

Insuficiência venosa dos membros inferiores é o nome que damos à doença do sistema de veias das pernas, que se torna incapaz de realizar adequadamente a drenagem do sangue dos membros inferiores para o coração. A presença de varizes é um dos sinais de insuficiência venosa.

Como detectar a insuficiência venosa em estágios iniciais?

O primeiro sinal clínico de doença das veias das pernas são as telangiectasias, também chamadas de aranhas vasculares. Essas lesões podem ser consideradas microvarizes e são o primeiro estágio da insuficiência venosa.

Varizes podem melhorar espontaneamente sem tratamento?

Não costuma. O momento ideal para agir sobre os fatores de risco modificáveis, como uso de anticoncepcionais, ficar muitas horas em pé ou sentado e o tabagismo, é durante o estágio inicial da insuficiência venosa, ou seja, quando surgem as primeiras micro varizes.

Quando já existem grandes varizes visíveis, a tendência do quadro é sempre de piora se não houver tratamento adequado.

Quais são as complicações mais graves das varizes?

(Video) Varizes no Útero: o que são, causas e sintomas | Dr. Salim CRM 43.163

É sempre importante ter em mente que as varizes são sinais de uma doença chamada insuficiência venosa dos membros inferiores. As complicações surgem em decorrência do agravamento desta insuficiência. As mais graves são as ulcerações na pele e a trombose das veias dos membros inferiores.

Tenho varizes há anos e minhas pernas agora estão ficando escuras. O que isto significa?

O escurecimento da pele nas pernas é um sinal de insuficiência venosa crônica. Essa alteração da cor ocorre devido à estase prolongada do sangue nas veias das pernas, o que facilita o extravasamento dos pigmentos do sangue para a pele.

Qual é o melhor tratamento para varizes?

Depende do grau de doença. Casos discretos podem ser tratados apenas com alterações do hábito de vida e meias elásticas. Casos mais avançados precisam de intervenção médica. As mais usadas são a cirurgia a LASER, escleroterapia e cirurgia convencional.

Quando se destrói uma veia varicosa não estamos piorando o quadro, já que é menos uma veia para drenar o sangue?

É preciso notar que uma veia varicosa é uma veia doente que já não trabalha direito. Ela não faz falta nenhuma. Além disso, sempre que surge uma variz, as veias sadias naturalmente já começam a receber mais sangue. Essa sobrecarga de trabalho já acontece independentemente da veia varicosa ser retirada ou não.

Tenho varizes e em uma delas surgiu um calombo doloroso. Agora a veia está quente e avermelhada. O que pode ser isso?

Esse é um dos sinas de uma tromboflebite, ou seja, formação de um trombo (coágulo) dentro de uma das varizes. Esta complicação pode ocorrer quando há traumas ou quando se fica muito tempo parado na mesma posição, como em longas viagens de carro ou avião (leia:PROBLEMAS DE SAÚDE EM VIAGENS DE AVIÃO).

Quando a trombose ocorre um uma veia mais profunda, o quadro é mais grave devido ao risco de embolia pulmonar.

Tenho muitas varizes nas pernas e meu médico retirou minha veia safena. O que acontece se no futuro eu tiver um problema cardíaco e precisar de uma ponte de safena?

Não fará nenhuma falta, uma vez que a safena já era uma veia doente e nunca poderia ser aproveitada para o coração.

Medicamentos como pentoxifilina, escina, aspira e outros, ajudam no tratamento das varizes?

Sim, estas drogas podem ser usadas para o tratamento da insuficiência venosa. Porém, elas têm indicações específicas e só devem ser tomadas com orientação médica.

Referências

Médico graduado pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), com títulos de especialista em Medicina Interna e Nefrologia pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ), Sociedade Brasileira de Nefrologia (SBN), Universidade do Porto e pelo Colégio de Especialidade de Nefrologia de Portugal.

(Video) Quais os sintomas da má circulação? #circulação #saudevascular

FAQs

Quais são os graus de varizes? ›

Existem basicamente três tipos de varizes: veias tronculares, microvarizes e veias reticulares. Saiba mais sobre a classificação do grau de varizes e quais os tratamentos disponíveis para cada caso no artigo a seguir.

Quando as varizes são preocupantes? ›

Mas quando elas passam a ser preocupantes além da estética? Segundo o médico Pedro Pablo Komlós, presidente da SBACV (Sociedade Brasileira de Angiologia e de Cirurgia Vascular), deve-se ter mais atenção quando as veias apresentam um aspecto muito inchado e os sintomas prejudicam a qualidade de vida do paciente.

Quando uma Varize pode ser perigosa? ›

As varizes oferecem riscos à saúde e, quando não são tratadas, podem dar origem a outros problemas, como explica Carlos Peixoto: “As principais complicações e que apresentam maior risco são as flebites, as tromboses, as manchas nas pernas e as feridas (úlceras)“.

Quais são os tipos de varizes? ›

As varizes podem ser classificadas em três tipos:
  • As veias tronculares, que são saltadas e visíveis na pele;
  • As microvarizes, que não são salientes e possuem coloração azulada ou esverdeada;
  • As veias reticulares, que são pequenas ramificações, conhecidas como 'vasinhos'.

Quais as varizes mais perigosas? ›

As varizes tronculares são o tipo mais grave desse problema e, por isso, exigem tratamento imediato para evitar complicações mais graves. Tronculares são aquelas veias mais saltadas, inchadas e tortuosas. Elas também são mais largas e têm cerca de 4 mm de diâmetro.

Quais são as varizes mais perigosas? ›

Varizes - Tipo C2

As varizes propriamente ditas (C2) são veias dilatadas, tortuosas e que não funcionam mais e podem causar dor, peso, inchaço e, se não tratadas, levam a outras complicações como veremos a seguir.

Qual a perna que da trombose? ›

Ela ocorre em 90% dos membros inferiores com maior frequência para a perna esquerda e os 10% restante afeta os membros superiores, pelves, cavidade abdominal, torácica, cabeça e pescoço. É causada por um coágulo de sangue que se desenvolve em uma artéria.

Qual o melhor remédio para varizes nas pernas? ›

Desta forma, os remédios para as varizes diminuem os sintomas associados à doença, como dor, inchaço ou o aparecimento de úlceras.
...
Alguns exemplos são:
  • Daflon 500;
  • Diosmin;
  • Venaflon;
  • Flavenos;
  • Perivasc;
  • Velunid;
  • Flavonid.

O que fazer para melhorar a circulação do sangue nas pernas? ›

Veja algumas maneiras de evitar e tratar a má circulação nas pernas
  1. praticar exercícios físicos;
  2. ter uma alimentação balanceada;
  3. evitar ficar em pé ou sentado durante muito tempo;
  4. evitar o consumo de cigarro;
  5. utilizar meias de compressão;
  6. evitar o uso de roupas apertadas em excesso.
19 Jan 2020

O que faz piorar as varizes? ›

“Existem vários fatores que podem piorar as varizes. Os mais comuns são: sedentarismo, tabagismo, consumo de álcool em excesso, obesidade, exercícios de alto impacto ou com grandes forças rotacionais e uso de hormônios”, informa o angiologista Jayme Ramos.

O que não pode comer quando tem varizes? ›

O que devemos evitar comer para diminuir as varizes? Segundo a Paola Lisbôa, deve-se evitar gorduras, frituras, leites e produtos lácteos integrais, carnes gordas, manteigas, banhas, bacon, embutidos como linguiça, salsicha, açúcares e alguns outros alimentos.

Qual o melhor exercício para quem tem problema de varizes? ›

Os melhores exercícios para quem tem varizes são aqueles em que se faz movimentos repetitivos com as pernas sem fazer muita força. Estes exercícios estimulam a circulação e ajudam o sangue a retornar ao coração. Modalidades esportivas em que se anda bastante tempo, como caminhada, corrida e golfe são as mais indicadas.

Quem tem problema de varizes pode afetar o coração? ›

As varizes nas pernas podem dar origem a problemas cardíacos e AVC? Dr. João Daniel: Não. Pacientes com varizes nas pernas não possuem necessariamente um risco aumentado de Acidentes Vascular Cerebral (AVC), nem de problemas cardíacos, como infartos.

O que acontece se eu não tratar as varizes? ›

O pior caso possível ocorre quando veias mais profundas são afetadas, caracterizando a trombose venosa profunda (TVP). Apesar de não se tratar de uma doença fatal, a TVP causa muito desconforto e pode aumentar o risco de um quadro de embolia pulmonar, condição que pode levar à morte.

Quem tem varizes corre risco de trombose? ›

“Nem todo paciente que tem varizes vai ter trombose, mas o risco é, sim, maior”, explica o angiologista Eduardo Fávero, do Hospital Souza Aguiar, do Rio de Janeiro.

Qual o tratamento mais moderno para varizes? ›

A técnica clacs é o que há de mais moderno no tratamento de varizes. Ela é a união do laser e a escleroterapia.

Como saber se as varizes estão inflamadas? ›

Varizes: causas, sintomas, fatores de risco e tratamento
  • Ardência.
  • Dores.
  • Câimbras.
  • Dormência.
  • Sensação de peso e inchaço nas pernas.
  • Mudanças na cor da pele ao redor dos tornozelos e pernas.
  • Coceira na pele sobre a veia varicosa.
19 Oct 2018

O que pode causar veias grossas na perna? ›

A causa precisa das veias varicosas é desconhecida, mas o principal problema provavelmente é a debilidade nas paredes das veias superficiais (localizadas logo abaixo da pele). Essa debilidade pode ser hereditária. Ao longo do tempo, a debilidade faz com que as veias percam sua elasticidade.

Qual o médico que cuida de veias e varizes? ›

O médico Angiologista e/ou Cirurgião Vascular é o profissional habilitado para atuar no diagnóstico e tratamento dos problemas envolvendo: os vasos sanguíneos das pernas, braços, tronco e pescoço. doenças nas artérias, como aneurismas, estenose das carótidas, doença arterial obstrutiva.

Como tirar veias grossas nas pernas? ›

As principais formas de tratar as varizes hoje são através das cirurgias (convencional e laser), da escleroterapia com diferentes técnicas, de medicamentos flebotônicos, do uso de meia compressoras, juntamente com mudanças de hábitos a fim de evitar o surgimento ou a evolução do problema.

Como é feita a cirurgia para retirada de varizes? ›

E como é feita cirurgia de varizes? Na cirurgia de varizes, são feitos pequenos cortes, quase imperceptíveis, sem necessidade de pontos, e que após 60-90 dias, não terá nenhuma cicatriz residual, desde que o paciente siga as instruções.

O que é flebite na perna? ›

O que é a flebite

Flebite ou tromboflebite é o nome dado à inflamação de uma veia superficial, que gera a formação de um trombo (coágulo). Esse processo inflamatório localizado pode aumentar e se espalhar pelo trajeto da veia. Ela é semelhante à trombose venosa, que ocorre com veias profundas.

Quais os primeiros sinais da trombose? ›

Quando dores intensas ocorrem em apenas uma das pernas, vermelhidão, inchaço ou endurecimento da musculatura na região, podem ser sinais de trombose. Diante desses sintomas, a primeira coisa a se fazer é procurar um médico.

Quais os primeiros sintomas de uma trombose? ›

A trombose acontece quando um coágulo impede o fluxo de sangue em um vaso sanguíneo. Quando esse vaso é uma artéria, o quadro se chama trombose arterial.
...
São eles:
  • Dor no peito;
  • Falta de ar;
  • Tontura;
  • Fraqueza em um lado do corpo;
  • Mudança repentina de estado mental;
  • Rigidez muscular.

Onde é a dor de trombose? ›

A trombose é uma doença ligada à formação de um coágulo sanguíneo em uma ou mais veias grandes das pernas e das coxas. Trata-se, assim, de uma questão de saúde vascular, já que o coágulo formado pode bloquear o fluxo de sangue e causar inchaço e dor na região.

Como eliminar as varizes de forma natural? ›

Algumas opções de remédios caseiros para varizes são:
  1. Chá de gengibre. ...
  2. Chá de alecrim. ...
  3. Loção de confrei e erva-cidreira. ...
  4. Suco de uva. ...
  5. Compressas de cardo-mariano. ...
  6. Compressa de couve. ...
  7. Chá de castanha-da-índia. ...
  8. Chá de hamamélis.
23 Sept 2021

Como é a dor de varizes nas pernas? ›

“A dor nas pernas causada pelas varizes é considerada inespecífica. Muitas vezes, pode ser descrita como sensação de peso ou cansaço excessivo nas pernas, queimação, dormência e câimbras”, afirma o angiologista Jayme Ramos. A intensidade desse sintoma deverá variar conforme a gravidade da doença.

Como usar o vinagre de maçã para varizes? ›

Vinagre de maçã

Basta aplicar o vinagre de maçã na pele sobre as veias varicosas, massageando suavemente. Isso deve ser feito duas vezes ao dia, preferencialmente de manhã e antes de dormir.

Quem tem problema de circulação pode comer ovo? ›

Um novo estudo revelou que, para cada ovo ingerido diariamente que contem 300 miligramas de colesterol maior será o risco para desenvolver de doença cardiovascular. Alguns especialistas em nutrição dizem que os ovos são bons para você, mesmo sendo ricos em colesterol.

Qual a melhor vitamina para circulação do sangue? ›

Vitamina K melhora circulação sanguínea e previne doenças cardiovasculares.

Qual exercício é bom para circulação? ›

Conheça três exercícios que melhoram a circulação das pernas
  1. Caminhada. Caminhe, no mínimo, 20 minutos cinco vezes por semana. ...
  2. Minitrampolim. Fazer aulas com o minitrampolim ou as famosas aulas de jump na academia é ótima opção para melhorar o retorno venoso, além de ter baixo impacto nas articulações. ...
  3. Agachamento.

O que é bom para desinflamar as varizes? ›

Como é o tratamento das varizes inflamadas? O tratamento das varizes inflamadas irá depender de que veia sofreu o processo de inflamação, mas segundo Dr. Rodrigues, geralmente, envolve o uso de anti-inflamatórios e/ou anticoagulantes, meias de compressão e cremes, além de manter os membros inferiores elevados.

Quem tem problemas de varizes pode fazer exercício de agachamento? ›

O agachamento é um dos melhores exemplos de exercício nesse sentido, porém feito da maneira errada ele pode sim se tornar um dos maiores inimigos da circulação das pernas e piorar o seu caso de veias ou varizes nas pernas.

O que tomar para circulação sanguínea natural? ›

Algumas opções de tratamento natural para amá circulação são:
  1. Beber mais líquidos. ...
  2. Usar pimenta caiena. ...
  3. Tomar um chá diurético. ...
  4. Aumentar o consumo de ômega 3. ...
  5. Comer mais vegetais verde-escuros. ...
  6. Comer mais frutas cítricas. ...
  7. Diminuir o consumo de sal. ...
  8. Fazer banho de imersão com sais de Epsom.

Quem tem problema de varizes pode tomar café? ›

O fato de causar um aumento de gordura no sangue e nas paredes da artérias pode levar a pessoa que evita o café da manhã a desenvolver uma Aterosclerose, Doença Arterial Obstrutiva Periférica (DAOP), Trombose e outras doenças vasculares. Além da piora da qualidade de vida geral do paciente.

O que é bom para hidratar as veias? ›

Inclua no seu plano alimentar não apenas a água mineral, mas também a água de coco e alimentos com boa quantidade de líquidos, como as frutas cítricas. Não se esqueça das verduras e legumes, pois eles possuem nutrientes e vitaminas que ajudam a fortalecer as paredes de nossas veias e artérias.

Quem tem problema de varizes pode tomar suco de limão? ›

O suco de limão para varizes não deve ser usado como única forma de prevenção. Fazer caminhadas ou, até mesmo, correr são boas alternativas para prevenir ou evitar que as varizes voltem.

Quem tem varizes pode pegar peso na academia? ›

Contudo, se exercitar normalmente não gera problemas, pelo contrário, é benéfico para prevenir e tratar varizes. “Não é preciso deixar de pegar peso durante o tratamento das varizes, desde que o exercício seja feito de forma moderada, sem exageros.

Que tem problema de varizes pode trabalhar? ›

“As varizes sem tratamento podem, sim, afastar as pessoas do trabalho. Ao longo de sua evolução, as varizes podem causar diversos sintomas, os quais, por vezes, são muito intensos e desconfortantes.

Quem tem varizes nas pernas pode fazer academia? ›

Uma vez que é na musculação que temos os melhores exercícios físicos para desenvolver os músculos imprescindíveis para a boa circulação venosa das pernas, o resultado final dessa disputa é que musculação é bom sim para quem tem varizes e é indicada e estimulada pelos cirurgiões vasculares.

Qual o exame para detectar má circulação? ›

O ecodoppler é um exame simples, realizado através de ultrassons. Ele permite avaliar a velocidade do fluxo sanguíneo. Ou seja, por meio dele é possível analisar a presença de coágulos, oclusões e aneurismas, o funcionamento de válvulas, o estreitamento de artérias e mais.

Qual a perna que tem veia que vai para o coração? ›

Em cada perna, temos 2 veias safenas: uma maior que vai da virilha até o pé, chamada veia safena interna ou magna, e uma menor, que vai do joelho até o pé, correndo na face posterior da perna, a veia safena externa ou parva.

Quais os sintomas da trombose na perna esquerda? ›

Quais sintomas de trombose na perna?
  • Dor;
  • Edema (inchaço);
  • Vermelhidão na pele;
  • Cianose quando há um edema mais acentuado (coloração azul arroxeada);
  • Dilatação do sistema venoso superficial;
  • Rigidez da musculatura da panturrilha e dor ao apalpar;
  • Aumento da temperatura local.
15 Oct 2021

Quando começar a se preocupar com as varizes? ›

Mas quando elas passam a ser preocupantes além da estética? Segundo o médico Pedro Pablo Komlós, presidente da SBACV (Sociedade Brasileira de Angiologia e de Cirurgia Vascular), deve-se ter mais atenção quando as veias apresentam um aspecto muito inchado e os sintomas prejudicam a qualidade de vida do paciente.

Quando a varizes e perigosa? ›

As varizes oferecem riscos à saúde e, quando não são tratadas, podem dar origem a outros problemas, como explica Carlos Peixoto: “As principais complicações e que apresentam maior risco são as flebites, as tromboses, as manchas nas pernas e as feridas (úlceras)“.

Como é feito o exame de varizes? ›

Consiste em uma espécie de ultrassonografia que permite avaliar o fluxo de sangue nos vasos sanguíneos (artérias ou veias). Sua realização é muito simples, similar aos ultrassons mais comuns, onde a pessoa se deita na maca e a examinamos com a sonda do equipamento.

Como é a trombose na perna? ›

A trombose ocorre quando há formação de um coágulo sanguíneo em uma ou mais veias grandes das pernas e das coxas. Esse coágulo bloqueia o fluxo de sangue e causa inchaço e dor na região. O problema maior é quando um coágulo se desprende e se movimenta na corrente sanguínea, em um processo chamado de embolia.

Que não tem a safena pode ter trombose? ›

Pode acontecer sim, porque a trombose venosa (TVP) acontece nas veias profundas, a veia safena é uma veia considerada superficial, e além disso a TVP é uma doença com VÁRIOS fatores de predisposição. Varizes é UM deles apenas, assim a cirurgia e o tratamento das veias alteradas reduz o risco relativo a isso.

O que é trombose na veia safena? ›

A trombose é um distúrbio vascular ocasionado pela formação de um coágulo de sangue dentro de um vaso sanguíneo, podendo ocorrer na veia ou artéria. A trombose é um distúrbio vascular ocasionado pela formação de um coágulo de sangue dentro de um vaso sanguíneo, podendo ocorrer na veia ou artéria.

Qual a perna que da trombose? ›

Ela ocorre em 90% dos membros inferiores com maior frequência para a perna esquerda e os 10% restante afeta os membros superiores, pelves, cavidade abdominal, torácica, cabeça e pescoço. É causada por um coágulo de sangue que se desenvolve em uma artéria.

Qual o melhor remédio para varizes nas pernas? ›

Desta forma, os remédios para as varizes diminuem os sintomas associados à doença, como dor, inchaço ou o aparecimento de úlceras.
...
Alguns exemplos são:
  • Daflon 500;
  • Diosmin;
  • Venaflon;
  • Flavenos;
  • Perivasc;
  • Velunid;
  • Flavonid.

O que causa veias grossas nas pernas? ›

A causa precisa das veias varicosas é desconhecida, mas o principal problema provavelmente é a debilidade nas paredes das veias superficiais (localizadas logo abaixo da pele). Essa debilidade pode ser hereditária. Ao longo do tempo, a debilidade faz com que as veias percam sua elasticidade.

Como diminuir as varizes das pernas naturalmente? ›

Algumas opções de remédios caseiros para varizes são:
  1. Chá de gengibre. ...
  2. Chá de alecrim. ...
  3. Loção de confrei e erva-cidreira. ...
  4. Suco de uva. ...
  5. Compressas de cardo-mariano. ...
  6. Compressa de couve. ...
  7. Chá de castanha-da-índia. ...
  8. Chá de hamamélis.
23 Sept 2021

Quais os primeiros sinais da trombose? ›

Quando dores intensas ocorrem em apenas uma das pernas, vermelhidão, inchaço ou endurecimento da musculatura na região, podem ser sinais de trombose. Diante desses sintomas, a primeira coisa a se fazer é procurar um médico.

Quais os primeiros sintomas de uma trombose? ›

A trombose acontece quando um coágulo impede o fluxo de sangue em um vaso sanguíneo. Quando esse vaso é uma artéria, o quadro se chama trombose arterial.
...
São eles:
  • Dor no peito;
  • Falta de ar;
  • Tontura;
  • Fraqueza em um lado do corpo;
  • Mudança repentina de estado mental;
  • Rigidez muscular.

Onde é a dor de trombose? ›

A trombose é uma doença ligada à formação de um coágulo sanguíneo em uma ou mais veias grandes das pernas e das coxas. Trata-se, assim, de uma questão de saúde vascular, já que o coágulo formado pode bloquear o fluxo de sangue e causar inchaço e dor na região.

Como saber se as varizes estão inflamadas? ›

Varizes: causas, sintomas, fatores de risco e tratamento
  • Ardência.
  • Dores.
  • Câimbras.
  • Dormência.
  • Sensação de peso e inchaço nas pernas.
  • Mudanças na cor da pele ao redor dos tornozelos e pernas.
  • Coceira na pele sobre a veia varicosa.
19 Oct 2018

Qual é a pomada boa para varizes? ›

Hirudoid diminui a inflamação, com o alívio da dor, redução do inchaço e da vermelhidão de áreas com varizes ou manchas roxas decorrentes de contusões (batidas, traumas) ou cirurgias ou em outras situações semelhantes.

O que fazer para melhorar a circulação do sangue nas pernas? ›

Veja algumas maneiras de evitar e tratar a má circulação nas pernas
  1. praticar exercícios físicos;
  2. ter uma alimentação balanceada;
  3. evitar ficar em pé ou sentado durante muito tempo;
  4. evitar o consumo de cigarro;
  5. utilizar meias de compressão;
  6. evitar o uso de roupas apertadas em excesso.
19 Jan 2020

O que é bom para desinflamar as varizes? ›

Como é o tratamento das varizes inflamadas? O tratamento das varizes inflamadas irá depender de que veia sofreu o processo de inflamação, mas segundo Dr. Rodrigues, geralmente, envolve o uso de anti-inflamatórios e/ou anticoagulantes, meias de compressão e cremes, além de manter os membros inferiores elevados.

O que é bom para desinflamar as veias? ›

O tratamento das flebites superficiais não complicadas é feito com analgésicos, anti-inflamatórios, compressa morna no local, cremes específicos e uso de meias elásticas. Em casos selecionados, pode ser indicado uso de anticoagulantes e procedimentos cirúrgicos.

Como usar vinagre de maçã para as varizes? ›

Vinagre de maçã

Basta aplicar o vinagre de maçã na pele sobre as veias varicosas, massageando suavemente. Isso deve ser feito duas vezes ao dia, preferencialmente de manhã e antes de dormir.

Como é a dor de varizes nas pernas? ›

“A dor nas pernas causada pelas varizes é considerada inespecífica. Muitas vezes, pode ser descrita como sensação de peso ou cansaço excessivo nas pernas, queimação, dormência e câimbras”, afirma o angiologista Jayme Ramos. A intensidade desse sintoma deverá variar conforme a gravidade da doença.

Qual chá é bom para melhorar a circulação? ›

Alguns exemplos de chás que podem ajudar a melhorar a circulação são:
  1. Chá de carqueja. ...
  2. Chá de meliloto. ...
  3. Chá de castanha-da-índia. ...
  4. Chá verde. ...
  5. Chá de ginseng. ...
  6. Chá de alecrim.

Qual é o melhor remédio para circulação? ›

Remédios para circulação mais usados
  1. Anticoagulantes. Os anticoagulantes são muito prescritos para tratar problemas de circulação e existem diversos tipos disponíveis nas farmácias. ...
  2. Aspirina. ...
  3. Diosmina + hesperidina. ...
  4. Varicell. ...
  5. Antistax. ...
  6. Novarrutina. ...
  7. Losartana potássica.
21 Feb 2019

Videos

1. Veia Entupida: Quais os sintomas?
(Victor Hugo Vascular)
2. Como Acabar com as Varizes em 7 Dias?
(Amato - Instituto de Medicina Avançada)
3. Saiba quais as causas das varizes.
(Rogerio Neser)
4. Causas e sintomas dos vasinhos das pernas
(Rogerio Neser)
5. Assista antes de começar seu tratamento de varizes
(Saúde das Veias por Dra Karolina Frauzino )
6. VARIZES: Tratamento Caseiro | Peter Liu
(Peter Liu)
Top Articles
Latest Posts
Article information

Author: Ouida Strosin DO

Last Updated: 03/23/2023

Views: 5737

Rating: 4.6 / 5 (56 voted)

Reviews: 95% of readers found this page helpful

Author information

Name: Ouida Strosin DO

Birthday: 1995-04-27

Address: Suite 927 930 Kilback Radial, Candidaville, TN 87795

Phone: +8561498978366

Job: Legacy Manufacturing Specialist

Hobby: Singing, Mountain biking, Water sports, Water sports, Taxidermy, Polo, Pet

Introduction: My name is Ouida Strosin DO, I am a precious, combative, spotless, modern, spotless, beautiful, precious person who loves writing and wants to share my knowledge and understanding with you.